17 nov

Cleptomania

Quando uma pessoa sente uma necessidade incontrolável de furtar algo, inclusive objetos sem nenhum valor significativo, é por que ela é cleptomaníaca, ou seja, tem uma doença reconhecida pela OMS e precisa de ajuda urgente.

Para diagnosticar efetivamente é preciso observar primeiramente se há um certo fracasso à resistência ao desejo de se apropriar indevidamente das coisas, se o furto é desassociado de qualquer expressão de sentimento, se há uma ansiedade excessiva antes de cometer o ato ou se há alívio e satisfação após a consumação.

Após consumar o ato, a pessoa pode demonstrar arrependimento, doando o objeto furtado, já que o motivo do furto não foi por necessidade e sim pelo transtorno do controle dos impulsos.

A cleptomania pode iniciar na infância, adolescência ou fase adulta. Esse transtorno pode levar muitas pessoas ao constrangimento em público quando flagradas, à inimizades e hostilização, inclusive à várias condenações, mas mesmo assim pode perdurar por anos se a pessoa não receber tratamento.

Com a hipnoterapia a cleptomania pode ser tratada facilmente, porém é necessário o comprometimento do paciente. É preciso querer se libertar do vício e da compulsão pelo furto. Se isso for evidentemente constatado na anamnese, o tratamento pode ser bem mais rápido que o esperado e ainda mais surpreendente no resultado.

Conhece algum cleptomaníaco? Se sim, indique um bom hipnoterapeuta para essa pessoa. Ela precisa de auxílio.   

error: Conteúdo protegido!
× Fale comigo pelo whatsapp!